Aprendendo Francês: Não tenha medo de errar!

Bonojour à tous! J’espère que vous allez bien! Olá a todos! Espero que vocês estejam bem!

Estou aqui para compartilhar com vocês mais uma dica no aprendizado de um novo idioma. De forma geral, quando estudamos uma nova língua, começamos pela gramática e depois vamos adquirindo vocabulário, com o passar do tempo vamos aprendendo gírias e expressões e nos familiarizando cada vez mais com o idioma.

Então chega a hora de colocar tudo em prática: E o que queremos? Ser impecáveis. Mas isso é praticamente impossível. Principalmente se estamos aprendendo sozinhos. Muitas pessoas acabam criando aquele medo de falar, ou de errar na frente daquele falante nativo ou daquela pessoa que passou anos fazendo curso.

Cometer erros é essencial no nosso aprendizado. Através deles nós também podemos aprender, e melhor do que isso, aquele erro que cometemos vez ou outra acaba fazendo com que fixemos aquilo com mais facilidade, afinal, não queremos errar novamente.

Um exemplo disso? Eu estava na França recentemente, e na maioria dos restaurantes ou redes de fast-food os atendentes perguntam se você vai querer comer no local ou levar pra casa. Então, eu fui no Quick, que é tipo um McDonalds, e a atendente me perguntou como eu ia querer meu pedido, e eu prontamente respondi “pour emporter” que seria a tradução de “para levar”… Ela entendeu, claro, mas respondeu com um “à emporter”… Depois disso, não usei mais o “pour” na sentença e acabei não esquecendo.

Então, sempre que tiver a oportunidade de praticar Francês, seja com alguém falante nativo, ou com um amigo que também estuda, não se acanhe em errar! É normal ter sotaque um pouco carregado, e cometer erros, afinal, você não cresceu ouvindo aquele idioma, e está em processo de aprendizado.

Anúncios

Aprenda francês com podcasts franceses

O site Podcast Français Facile é um site muito bom pra quem quer aprender ou praticar Francês. É bastante organizado e dividido em várias temáticas como diálogos, gramática, textos, fonética, vocabulário, contos, etc.

A maior parte do material acompanha o áudio de tudo que está escrito. Além disso, também tem alguns vídeos criados pelos colaboradores.

logopodcast
Outro site bem legal, que já compartilhei alguns conteúdos dele aqui é o Français avec Pierre. Este é mais focado em vídeos, nos quais ele explica tópicos de gramática, e faz alguns podcasts sobre assuntos diversos. A melhor parte é que boa parte do conteúdo dos vídeos é transcrito no site. Assim, você pode ir acompanhando o que é falado no vídeo, ou se tiver um nível mais avançado por tirar alguma dúvida na transcrição.

7 regras para aprender francês

O canal Français Authentique dá 7 dicas para que você possa aprender Francês de forma eficiente. O canal na verdade serve para o autor dos vídeos divulgar um material que ele vende no blog dele. Porém, achei as dicas que ele dá em cada vídeo bastante válidas. Cada vídeo tem cerca de 10 minutos e é uma boa oportunidade de ouvir um conteúdo legal falado por um nativo. Abaixo veja os vídeos, em francês e com legendas em francês. O autor do vídeo facilita muito a compreensão pois fala de forma bem clara e devagar.

Règle 1Règle 2 | Règle 3 | Règle 4 | Règle 5 | Règle 6 | Règle 7 

Resumo das regras
Abaixo eu coloquei um resumo das regras e minha opinião sobre algumas delas

1 – Escutar, escutar, escutar. A primeira regra é escutar bastante conteúdo em francês. Ele sugere que o conteúdo de cursos é limitado e não é ensinado por nativos. Que a chave pro aprendizado é ouvir conteúdo autêntico de franceses.
Concordo com esta dica, mas acredito que é preciso estudar um pouco da gramática e das regras de pronúncia antes disso. Não dá pra cair de paraquedas em áudios que você não entende nada. Mas depois que tiver uma noção básica, aí sim essa regra é super válida.

 2 – Repetir. A segunda regra é repetir. Você só vai conseguir aprender, ouvindo repetidamente as coisas. Se você ouve uma expressão, ou uma palavra apenas uma vez, você com certeza vai esquecer depois.

3 – Use seu tempo improdutivo pra estudar. Use o tempo durante  a faxina, ou ida pra o trabalho ou escola, ou até mesmo durante o banho pra ouvir pocasts, audios, etc.

4 – Sem estresse. Não se estresse caso você tente ler um texto e não consiga, ou pelo fato de você ter tentado falar e não ter se saído muito bem. Tenha paciência pois aprender um novo idioma não acontece da noite pro dia. Fique feliz com suas habilidades atuais e procure sempre melhorar elas.

5 – Aprenda ouvindo estórias. Ouvir áudios que dizem apenas palavras ou frases soltas, não vai ajudar muito no desenvolvimento do francês. Isso até faz sentido no início do aprendizado. Mas à medida que seu estudo avança, você precisa ler ou ouvir coisas que tenham contexto e uma linha de raciocínio. Assim você conseguirá também elaborar frases maiores ao se comunicar.

6 – Aprenda através do contexto. Regra bem próxima da regra 5. O contexto está ligado a quem está ligado a onde se passa alguma coisa, a quem participa, etc. ou seja, tudo que está ligado a determinada ação. Por exemplo, se uma ação se passa num restaurante, com a sua mãe, os assuntos serão voltados para coisas mais familiares. Já se a ação se passa num escritório com o chefe, o tema será relacionado ao trabalho.

7 – Aprenda o francês autêntico. Aprenda utilizando material de francês autêntico, que é segundo ele, real, ou seja, francês falado por próprios franceses.

Como aprender Francês sozinho?

Salut, tout le monde!

Vou começar as postagens do blog respondendo uma pergunta que várias pessoas me fazem: “Como você conseguiu aprender Inglês e Francês sozinho?”  ou “Como conseguiu aprender estes idiomas sem curso e sem ter passado um tempo considerável em um país francófono?”.

Na minha experiência de aprendizado destes dois idiomas (na verdade, ainda estou aprendendo Francês) observei as coisas que mais me ajudaram e decidi compartilhar aqui. Então… você também pode aprender outro idioma por conta própria? Claro que sim!! Vamos a algumas dicas que podem ajudar. Voilà:

Dedicação

A principal motivação para aprender um novo idioma é que você queira aprendê-lo, e pra isso é necessário dedicação. Use seu tempo livre pra estudar e que isso aconteça com frequência. Principalmente no início é importante que você estude todos os dias. Em intervalos longos sem estudar, você acaba esquecendo o que já aprendeu e precisa ficar voltando atrás pra rever coisas que já estudou, o que aumenta o tempo que você vai levar para aprender.

Além disso, aprender Francês é fácil pois existem muitas semelhanças com português.

Iniciando os estudos: Vale tudo!

O primeiro passo é se acostumar com o idioma. Mude seu celular, computador, redes sociais tudo pra Francês. Pela sua experiência de uso com estas coisas em português, não vai ser tão difícil achar as coisas. Ouça música, mesmo sem entender, mesmo que você  não conheça as palavras, vai acabar entendendo algumas que parecem com português. Aprenda as primeiras palavras e vá criando seu vocabulário pessoal. Use um quadro escolar se tiver, ou cole papeis na parede com seu vocabulário, ou etiquete as coisas da casa com as palavras em francês (hahaha). Faça como preferir pra não deixar as palavras iniciais escaparem da sua mente. Principalmente se você não tiver com quem ficar treinando.

Se você já conhece um pouco do idioma e quer saber em que nível você se encontra para direcionar melhor seus estudos, veja o testes deste post.

Escolha seu material de estudo:

Atualmente, usando a internet dá pra aprender qualquer idioma sem gastar nada: Você pode acessar sites de aprendizado de idiomas, chats pra conversar com nativos, ver videoaulas, seriados, filmes, ouvir música, etc.

Mas por onde começar?

Eu comecei a estudar francês usando a seguinte apostila: AVANGARDIX que é um curso criado por um brasileiro e disponibilizado gratuitamente na internet. Ela possui gramática, textos, vários exercícios e acompanha o áudio dos textos da apostila. A parte de gramática é bastante importante pois você vai associando a escrita à língua falada e acaba aprendendo tudo de uma vez só.

Livros didáticos:

Além de estudar pela apostila Avangardix, comprei um monte de livros (não indico comprar tantos, a menos que eles possuam propósitos diferentes). Dos livros de ensino, acabei estudando apenas alguns completamente, por exemplo: Francês em 30 dias (que possui gramática + textos e CD de áudio) e Gramática francesa para leigos (que tem foco só na gramática). Estes são boas escolhas. Estudar através de um livro assim ajuda muito a na leitura e escrita. Mas estudar só por livros vai te fazer parecer soar como a mulher do Google tradutor lendo um texto. Então, em paralelo ao estudo da apostila/livros como não tive a oportunidade de viajar pra um país francófono, eu busquei outras alternativas:

Audiobooks

Uma coisa que acho legal são os audiobooks, que são livros de todos os estilos, que vem com o áudio junto para ir acompanhando a medida que você lê. O primeiro que li foi o Le petit prince de Saint Exupéry. Isso é legal frances_all1no início, porque as palavras são bem pronunciadas no áudio. Criei uma seção aqui no blog para compartilhar alguns destes audiobooks.

Depois que já tiver estudado utilizando livro com áudio e tiver uma boa noção da pronúncia, você pode começar a ler livros em francês sem o áudio. Assim, você pode treinar a sua própria pronúncia ao invés de só acompanhar os áudios.

Sites de aprendizado de idiomas/Aplicativos:

Na minha opinião não dá pra usar estes sites/apps como único meio de aprendizado. O conteúdo é um pouco limitado e as vezes é necessário pagar pra ter acesso a tudo. Eles servem mais pra você treinar o que você vem estudando em outra fonte.
Confira aqui alguns sites e aplicativos

Sites em geral:

Depois que comecei a estudar francês comecei a acessar diversos sites em geral, como notícias e entretenimento, o que ajuda na aquisição de vocabulário e leitura.

Alguns sites: TV5 | Le Monde | Ados.fr | Várias páginas de jornais e revistas francesas

Música:

A música é uma das coisas que mais ajuda no aprendizado. Boa parte do meu vocabulário veio das músicas, assim como as expressões, gírias e termos usados no dia a dia. Como você decora a letra das músicas, se torna mais difícil esquecer as palavras e expressões.

Confira a página com algumas indicações de artistas AQUI. Alguns posts do blog também são direcionados apenas pra música, como este que apresenta algumas músicas francesas lançadas em 2016.

Séries/Filmes/Vídeos em geral

la-famille-belier-dvdAssim como a música, assistir a seriados, filmes, jornais, ajuda a observar como a língua é falada, o sotaque, e expressões idiomáticas. Isso torna a experiência mais próxima do que se você estivesse de fato em um país francófono,  e ajuda a aprender a língua como é falada no dia a dia. Acredito que este é um dos passos mais importantes no aprendizado. Ouvir o idioma sendo falado por nativos. Assista o máximo que puder, inclusive mais de uma vez o mesmo filme.
Neste link você encontra uma seleção de alguns vídeos em francês

Vlogs

Recentemente tenho acompanhado diversos vlogs de franceses e quebequenses. Isso torna a experiência de aprendizado bem mais eficiente. Além disso, existem alguns sites de chat que você pode conhecer pessoas do mundo inteiro para bater papo ou fazer videochamadas e treinar seu Francês. veja algumas postagens sobre vlogs:

Vlogs em francês – Parte 1

Vlogs em francês – Parte 2
Canal CocktailF

Ah, quanta coisa… Não tenho tempo pra tudo isso!

Você é uma pessoa super ocupada, que trabalha, faz faculdade, tem suas tarefas domésticas, e não encontra um tempo pra estudar/praticar? Aproveite o seu “tempo improdutivo” pra isso. Por exemplo:

  • Durante a faxina, coloque algumas músicas em francês, ou áudios em francês.
  • Coloque alguns áudios em francês no seu celular (podcasts, audiobooks, etc.) e aproveite a ida pro trabalho ou faculdade e ouça estes áudios.
  • Você também pode ouvir estes áudios enquanto toma banho, cozinha, ou antes de dormir.

Procure materiais que estejam de acordo com seu nível. Se você é iniciante, procure coisas mais voltadas para o público infantil e vá buscando conteúdos mais avançados a medida que você vai evoluindo.

Alors… c’est ça.  Este post é um resumo das coisas que acho importantes pra quem deseja estudar francês sozinho,. Comigo funcionou. Espero que as dicas possam ajudar mais pessoas que tenham o mesmo interesse.