Sites e apps

Aqui estão algumas reviews de sites  e aplicativos para aprendizado de idiomas. Caso use algum deles, deixe seu comentário contando sua experiência.

Redes sociais para aprender idiomas

Duolingo
Pontos Fortes:
Totalmente grátis, Organização sequencial.
Pontos Fracos: Um pouco de instabilidade nos exercícios (frases traduzidas ao pé da letra)

Acredito que esta é a rede mais utilizada atualmente. É grátis e é dividido em várias unidades, o que facilita o aprendizado, pois o conteúdo fica mais organizado. Além do site também possui o aplicativo pra android e IOS. Uma opinião pessoal sobre a plataforma, é que muitas das expressões são traduzidas pra português ao pé da letra, o que deixa a frase completamente sem sentido pra nós. Isso não acontece em todos os casos, além disso, segundo alguns usuários da rede isso também acontecia com o curso de inglês, mas que com o passar do tempo o curso foi sendo melhorado.

Memrise –  Play Store | App Store

memrise

Pontos Fortes: Ensina gramática, Colaborativo.
Pontos Fracos: Parcialmente grátis

Este app é bem parecido com o Duolingo. Tem basicamente os mesmos tipos de exercícios. Porém achei os exercícios do Memrise mais estáveis que os do Duolingo. Além disto, ele também trabalha algumas regras de gramática, o que achei bem interessante. Ele trabalha também com a repetição, ajudando a não esquecer o que foi estudado anteriormente. Você também pode contribuir com dicas e exemplos dos tópicos estudados.

Livemocha
Pontos Fortes: Estudantes nativos para corrigir os exercícios.
Pontos Fracos: Não é totalmente FREE, o site ficou confuso após a atualização.
O livemocha é uma comunidade com pessoas do mundo todo que ajudam estudantes a aprender o idioma nativo deles, ou seja, você pode ajudar pessoas que estão aprendendo português e pessoas que falam francês podem ajudar nas suas atividades. Usei ele bastante tempo, mas atualmente foi realizada uma atualização que mudou toda a interface da rede, e na minha opinião não ficou legal. Agora é preciso ganhar moedas (corrigindo atividades, terminando suas atividades, ou mesmo pagando) para comprar novas atividades.

Busuu
Pontos Fortes: Nativos para interagir e ajudar nas atividades, Organizada em níveis
Pontos Fracos: Não é totalmente FREE.
Rede social para aprender idiomas. Possui uma parte com as aulas, outra para prática, e uma que armazena seu vocabulário a medida que você faz as aulas.Dá pra adicionar pessoas e conversar com elas. .

 

Babbel
Pontos Fortes: Nativos para interagir e ajudar nas atividades, Organizada em níveis
Pontos Fracos: Não é FREE.
Tem a mesma ideia das outras redes citadas acima, o curso é bem interessante, mas só alguns módulos são gratuitos.Em comparação é o curso que possui menos recursos grátis.

 

Aplicativos para ANDROID e IOS

Duolingo – Possui as mesmas características da versão para PC.
Busuu – Possui as mesmas características da versão para PC.
Mosalingua – Cheio de atividades, usa um método próprio de treino, porém não é FREE.
Aprenda Francês – Dividido em categorias, é mais parecido com um dicionário virtual do que com um curso.

 

MusixMatch
Este não é um aplicativo voltado pro aprendizado de Francês. Trata-se de um player de música que mostra as letras das músicas. Ajuda a decorar as letras das músicas em francês que você tiver no seu celular ou tablet.

 

Anúncios

5 respostas em “Sites e apps

  1. Concordo com você em relação ao Livemocha, a atualização da plataforma deixou-a desinteressante. Um site bem legal que indico é o Italki, conheci muitos nativos por lá e tem me ajudado muito. Gostei do seu site…Vou continuar seguindo.

    Curtir

  2. Pingback: Como aprender Francês sozinho? | Aprenda Francês (Sozinho)

  3. Olá! Parabéns pelo site e pela iniciativa de compartilhar conhecimento. Eu tive ótima experiência com o Duolingo (versão grátis) para estudar italiano, no qual hoje sou fluente. À época o curso era de italiano para inglês. Claro, não estudei apenas por ele – foi apenas um ‘aquecimento’; em seguida passei aos livros de estrutura da língua e aos podcasts do italianoautomatico.com. No nível intermediário contratei um professor particular que ministrou aulas por Skype. Todo esse processo levou 5 meses. Minha fluência é adequada para o trabalho diário – talvez não o seja para a vida diária na Itália. Quanto ao francês, estou seguindo a mesma estratégia: iniciei pelo Duolingo (versão grátis) e agora passarei aos livros, que estou pesquisando. Já estou escutando alguns podcasts do Johan do Français Autentique. Caso alguém tenha experiência com este último recurso, seria muito bom saber. Mais uma vez, muito obrigado por este blog!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s